Quinta-feira, 28 de Maio de 2015
QUEM AJUDA O TÓ MANEL?!

Meu caro,

Solicito uma informação. Como se chama o nosso amigo que na foto 7525 (última dose) aparece com a camisa xadrez?

Por acaso ele não andou por Timor? Há uma pessoa muito parecida com ele que esteve presa com o Magiollo Gouveia, lá em Timor.

Abraço.

Tó Manel

IMG_7525.JPG

 



publicado por animo às 16:03
link do post | comentar | favorito
|

ABRANTES 2015 . OS OLHARES DO TÓ MANEL

Ilustre,

Não tem sido possível redimensionar estas fotos todas em tempo curto.
Deixar oficialmente as aulas não diminuiu em nada as minhas tarefas...
Aí vão as fotos. Mais vale tarde que nunca...
Abraço.
Tó Manel

 



publicado por animo às 15:55
link do post | comentar | favorito
|

ENCONTROS SEMPRE NO 3º SABADO DE MAIO escreve João Peres

Boa tarde,

O encontro SEMPRE foi no 3º e não no 2º SÁBADO de Maio.

É melhor não induzires as pessoas em ERRO.

João Peres

..........................................................................................

NR

1.Foi nestes termos que reportei, PERGUNTANDO, QUAL A DATA do Encontro de Castelo Branco:


Quinta-feira, 21 de Maio de 2015

"A CAMINHO DE CASTELO BRANCO ou, quem é quem na nova comissão

António Henriques, Pe. Eusébio Firmino Silva, Florentino Beirão, João Heitor, João Lopes, Joaquim Nogueira, Joaquim Mendeiros e Manuel Pires Antunes os gloriosos voluntários que vão preparar Castelo Branco,Maio, 2016.
Alguém percebeu qual a data?
Mantém-se o segundo fim-de-semana de Maio , tendo o ENCONTRO lugar a 14 de Maio ou.....21 de Maio?!

antónio colaço"

 



publicado por animo às 01:18
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 27 de Maio de 2015
PROLOOOOOOOOOONGAR ABRANTES escreve António Henriques

unnamed.jpg

 

Prolonguei o Encontro de Abrantes

Depois daquele maravilhoso sábado de Abrantes, a minha vida tem decorrido com tantas solicitações que não tem dado para parar e escrever. Faço-o hoje com gosto.

Para mim, que nestes encontros procuro sobretudo momentos de amizade, alicerçada em vivências passadas, aquele dia satisfez-me em pleno, sobretudo por sentir tanta sintonia de opiniões e modos de estar, sem arrogâncias e sem queixumes. Estivemos todos a comungar a alegria de nos vermos, de nos sentirmos vivos, de saber que alguém olha para nós.

Quanto à organização, parabéns ao Mário Pissarra e seus colaboradores. Fizeram tudo para nos satisfazer e conseguiram-no. Que mais se pode dizer? Estes encontros têm um quê de especial, de nobreza acolhedora, tão cheios de folheados que às vezes me fazem lembrar as figuras de convite em azulejos, colocadas no cimo das escadas dos palácios do séc. XVIII. Nem faltam as prendas (vinhos e chás de qualidade…)! Não sei se eu seria capaz de fazer tanto… Foi a recepção no castelo, a presença do Sr. Bispo, a passagem pela Igreja de S. Vicente onde pudemos apreciar a grande obra pastoral e social do Cónego José da Graça que nos foi apresentada em data-show, seguida da missa bem cantada (lindo coro, órgão afinado, palavras a propósito e sem maçar…). Depois a tarde toda no Restaurante “A Cascata”, onde degustámos sabores e amigos. Gostei mesmo.

Estatutos e Comissão Administrativa

Depois, conseguimos dar passos em frente com a aprovação dos Estatutos e ainda a aprovação de uma comissão administrativa que vai continuar a obra dos últimos anos. Para mim, a diferença que eu vejo é sobretudo esta: até agora, tínhamos uma comissão para organizar o encontro anual; agora temos uma comissão para organizar as actividades do ano e zelar pela comunicação entre todos. Vamos fazer muito mais? Não espero milagres.  Mas devemos melhorar o nosso modo de estar, possibilitar mais hipóteses de convivência, estarmos mais atentos a todos os cantos da casa, sem esquecer que todos temos a nossa vida pessoal e familiar, as nossas amizades especiais e que a associação é apenas mais um meio de nos sentirmos vivos e felizes.

Ficou claro que as linhas da Internet vão ser as nossas principais linhas telefónicas. Como já escrevi na página do Facebook, aproveito para relevar a importância da Animus na divulgação do Encontro de Abrantes e da amizade entre todos nós. Ninguém lá disse uma palavra sobre o blogue. Cá está mais uma mostra da falta de uma Comissão. Espero que o tempo ajude a acertar o caminho e a arrumar os cantos da casa. O Colaço que perdoe...

 

unnamed.jpg4.jpg

 

Estive com mais amigos

Os nossos filhos ofereceram-nos uns dias de repouso e escolhi o hotel de Oleiros para, além de conhecer a região, ficar perto de amigos com quem queria conviver. Pudemos estar com o Joaquim H. Pereira, pároco de Orvalho e etc, (agora todos têm tantas paróquias…), que trata por tu toda aquela gente, tão próximo está deles. Comemos maranhos. Sobretudo, vi nele um homem tranquilo e feliz, o que muito me alegrou.

A Antonieta e eu estivemos depois em Castelo Branco, almoçando com o Eusébio Silva e abraçando mesmo a irmã e cunhado. Tanto passado em comum, que nunca acabamos as conversas. Estou à espera da colaboração dele no blogue, sobretudo para nos contar das suas vivências nas terras do tio Sam. E faço força para ele se integrar a sério nesta nova realidade. Ainda fomos estar com o Agostinho Gonçalves Dias, dar um abraço a este grande director da Reconquista e pároco de S. José do Cansado, ainda cheio da mesma genica que eu via nele no Colégio de Portalegre. Eu até imaginei aquela igreja e o grandioso salão que está mesmo por baixo como ponto de encontro do nosso 21 de Maio de 2016. E aquele órgão de tubos adquirido a uma igreja metodista, com o Colaço todo requintado e absorto a receber-nos?

 

E o nosso encontro de Abrantes ainda não terminou. De tarde, fomos aos Cebolais ver o Luís Moreira Bernardo num lar de idosos. Sabia que o Alzheimer já o apoquenta e esperava o pior, lembrado do nosso P. Horácio. Mas ainda me disse que eu era o Henriques e foi capaz de me falar da sua relação com o P. Álvaro desde a meninice, com quem ele por vezes desafinava. Ai a vida é madraça por vezes!

Sabem uma coisa? Verdade, verdadinha, estive com todos estes amigos numa relação tão intensa que nunca me lembrei de tirar uma foto com eles. Só a caminho de casa dei pela falta.

Mas, para mim, Abrantes foram quatro dias…

António Henriques

 

NR
António, quero ser digno do silêncio todos os silêncios.
Creio que já la vão os tempos em que me incomodavam.

Agora, só quero que NUNCA me  acomodem.
Obrigado, no entanto, pelo teu continuado cuidado.

antónio colaço

 

 



publicado por animo às 19:07
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 26 de Maio de 2015
D.ANTONINO FOI TOMAR CHÁ DE LÚCIA LIMA COM CHAMBEL E PISSARRA escreve Mário Pissarra

DSC_0017.JPG

 

 

 

Muito do que conhecemos chegou-nos por ouvir dizer. Acontece, porém, que com algumas coisas de que nos falam apaixonadamente despertam em nós não apenas o desejo de as conhecer, mas a curiosidade suscita a simpatia. Por vezes, essa simpatia transforma-se mesmo em amor - paixão. Sim. O amor apaixonado não é apenas um estado emocional que se centra em pessoas. O seu objecto pode ser muito variado. Um lugar ou um projecto, por exemplo.

            Conheci o João Chambel no nosso memorável encontro anual de Gavião. Aliás, foi ele o seu grande suporte. Desde aí a nossa amizade foi crescendo e fui escutando o seu entusiasmo por um mítico moinho em recuperação pelas plantas aromáticas e pelos chás. Fui aprendendo muito com ele sobre esta sua paixão. Sentia o peso das pedras da reconstrução e os aromas perfumados das suas plantas. Sem dar por isso, acariciava um projecto – sonho que, paulatinamente, ia ganhando forma. Dos cuidados da cultura biológica à higiene da secagem, da selecção das folhas ao ritual do consumo, dos pormenores do logotipo, da armazenagem (pacotes e latas) ao escoamento comercial fui companheiro e assistente no parto. Com agrado e alegria. Sempre incentivei o João e ele esteve sempre presente com a sua generosidade, oferecendo o seu chá nos nossos encontros. Foi assim este ano e em anos anteriores.

    

DSC_0013.JPG

 

        Mas …

Chegou, finalmente, a possibilidade de conhecer este local que há muito povoava o meu imaginário. Uma passagem do conhecimento por ouvir dizer de que nos fala B. Espinosa para um conhecimento contacto de que nos fala B. Russel. Na minha mente, o local, apesar das descrições idílicas e apaixonadas do João, não descolava da planície Alentejana e, por mais fresca que a supusesse, não se desvinculava d e alguma aridez. Foi um choque. Sabia que havia um moinho e por conseguinte, água, mas nunca a havia imaginado aos socalcos e tão frondosa. Um local com  água em abundância, muita humidade, frondoso e luxuriante, enriquecido pela envolvência da erva-cidreira, do tomilho-limão, da hortelã-pimenta, dos orégãos, da lúcia-lima, etc., e seus aromas.

            Um dia inesquecível com sabor ao regresso às origens. Ir à fonte para fazer chás e para cozinhar o almoço, descalçar-me e sentar-me num tronco para lavar a louça, sentar-me no alpendre do moinho e ouvir a água a correr, tropeçar em cada canto com os olhos nos ninhos de carriça e repousar no silêncio duma natureza paradisíaca é, deveras, um sonho ao alcance nos subúrbios da Atalaia do Gavião!

            Ao final da tarde veio visitar este empreendimento e tomar chá connosco o Senhor Bispo de Portalegre e Castelo Branco, Dom Antonino que estava a realizar a visita pastoral ao Gavião. Faziam parte dos visitantes o pároco, um simpático sacerdote romeno e o presidente e secretário da junta de Gavião – Atalaia. A animada conversa teve um tema único: os chás. Provaram-se vários naquele local e ambiente ímpar e numa oferta seguiu a possibilidade de os apreciar em casa. Poderei gabar-me de ser um dos poucos que já bebeu chá feito por um bispo. O João convidou o Senhor Bispo a cortar a planta e fazer o chá.

Escolheu a lúcia-lima.

Obrigado João por este dia.

Mário Pissarra

 

P.S: o Senhor Bispo disse-me que o Sr. Padre Castanheira já o havia informado da oferta dos antigos alunos.



publicado por animo às 09:38
link do post | comentar | favorito
|

DA SATISFAÇÃO POR ABRANTES E OUTRAS SUGESTÕES escreve Zé Maria de Tinalhas

A nossa ida a Abrantes, embora o local escolhido não tivesse qualquer ligação com a nossa permanência nos nossos seminários, foi muito agradável e muito bem organizada.

Embora eu tenha faltado a poucos dos nossos convívios, aquele que mais me satisfez foi, exactamente, o de Abrantes.PARABÉNS.
Assisti, com interesse, à apresentação dos Estatutos da nossa Associação,  e  à consequente escolha dos Corpos Gerentes que, tanto para uma como para outra, levantei o meu braço em aprovação.
Houve, no entanto, dois assuntos que gostaria de dar a minha opinião, dado que,lá, o tempo se esgotou.
O primeiro, foi quando anunciaram que se comprou uma coroa de flores para o funeral do padre Álvaro e, na sequência desta informação, disse-se que se teria comprado uma outra para um padre do Rossio ao Sul do Tejo. E que se não comprou porque não se soube , a tempo, da sua morte.
Concordo, perfeitamente, que se preste homenagem a estes nossos companheiros, mas não se pode assestar a nossa atenção somente naqueles que por terem sido padres merecem a coroa de flores. Entendo, sim, que se procure, na medida do possível, homenagear todos, mas todos, sem excepção, mesmo que um de nós seja varredor de ruas. Merecemos todos por igual. De contrário, não se homenageia ninguém, lembrando-os, como habitualmente, nas missas dos nossos convívios.
O Segundo aspecto que me mereceu atenção foi o da quotização. A quotização de 12 euros vai ser insuficiente, daí que esta devia ser, tal como os Estatutos dizem, de carácter aberto, isto é, uma quota mínima de l2 euros, mas quem possa e queira, sempre que proceda à sua liquidação, dê a mais o que entender e puder.
Um abraço para todos do
Zé Maria (de Tinalhas)
 
NR
Zé, manda lá uma foto tua ou, diz-nos, se apareces nas fotos já editadas.
Desculpa lá, pá.
2
Até ao momento apenas recebemos fotos do Zé Ventura.Ponto.
3
Textos alusivos ao Encontro também não existem. Ponto.
Obrigado.
antónio colaço


publicado por animo às 09:38
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 21 de Maio de 2015
CINCO ANOS CINCO MIL IMAGENS DAS NOSSAS MEMÓRIAS VIVAS

NR
Este é um projecto em construção. O seu antecipado visionamento em Abrantes (aliás, em péssimas condições de visibilidade não obstante a boa vontade que se reconhece à organização) ainda antes da  sua atempada conclusão visou e visa ( agora para os leitores da animus)  contribuir apenas para revalorizar o facto de ainda estarmos vivos em cada ano que passa.
A velocidade vertiginosa do visionamento, apenas suspenso por alguns instantes nas imagens daqueles que já partiram (em falta muitas imagens) pretende constituir um momento nobre para tal reflexão.
Que o mesmo é dizer que, em cada ano que passa, mais do que preocupações meramente organizacionistas, é importante investir em tudo fazer para trazer para os encontros aqueles de nós porventura menos OPTIMISTAS.
Possam as muitas horas já dispendidas no projecto ser compensadas com inscrições, de ano para ano, agradavelmente alargadas.

antónio colaço

 

 



publicado por animo às 21:34
link do post | comentar | favorito
|

A CAMINHO DE CASTELO BRANCO ou, quem é quem na nova comissão

António Henriques, Pe. Eusébio Firmino Silva, Florentino Beirão, João Heitor, João Lopes, Joaquim Nogueira, Joaquim Mendeiros e Manuel Pires Antunes os gloriosos voluntários que vão preparar Castelo Branco,Maio, 2016.
Alguém percebeu qual a data?
Mantém-se o segundo fim-de-semana de Maio , tendo o ENCONTRO lugar a 14 de Maio ou.....21 de Maio?!

antónio colaço

 



publicado por animo às 17:06
link do post | comentar | favorito
|

OS OLHARES DE ZVD . Zé Ventura Domingos

As imagens de um dos históricos repórteres da animus (que agora se vendeu aos papparrazzi do Facebook a peso de ouro!!!!!!)ZVD-Zé Ventura Domingos!!!!
Brincadeira à parte, obrigado, Zé Ventura.

antónio colaço

PS

Espero que gostes desta nova fórmula de embrulhar as imagens (apesar de trabalhosa).
Para quem quiser, um click no rato na posição de PAUSE e poderá desfrutar da visão mais demorada de cada imagem.

 

 



publicado por animo às 12:47
link do post | comentar | favorito
|

ENTRETANTO...A ANIMUS BATE RECORD DE VISITAS.....

6263549_4oDJM.png

Este "lugar de encontro", mais do que um narcísico fim em si próprioindividual ou de grupo, gostaria de poder contribuir para que muitos dos que por aqui passam - e sabemo-lo com cada vez mais nítida certeza - pudessem, também eles - também TU, se for o caso, querido amigo - dar o passo que resta para te juntares a nós.

Sentimos a tua falta, não prolongues, portanto, a falta que sentes de nós.

Escreve-nos, aparece:

animados30@gmail.com

antónio colaço



publicado por animo às 12:02
link do post | comentar | favorito
|

Contador
pesquisar
 
Junho 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
14
16
17
18

19
20
21
22
23

26
28
29


posts recentes

ANIMUS DE LUGAR DE ENCONT...

ESTÁ TUDO DITO

ANIMUS O FIM há sete anos...

VEM AÍ A "ANIMUS SEMPER" ...

ANIMUS SEMPER escreve ant...

comasalpcb@gmail.com O E...

O RESPEITO NÃO SE DECRETA...

DAS ELIMINAÇÕES A CAMINHO...

ESTE BLOG TERMINA NO FINA...

NUNCA ACEITAREI REGRAS SA...

arquivos

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

links
subscrever feeds