Quarta-feira, 6 de Maio de 2009
AINDA O ARMANDO ROSA SEVERINO
Com a devida autorização publicamos a comovente carta da Ana Rita, convictos de que o seu Pai,o nosso saudoso Severino, sentirá que tal nos ajuda a reforçar os laços não só com a sua família bem como  no interior de cada uma das nossas famílias em si mesmas consideradas!

Em nome dos leitores deste espaço tomo a liberdade de apresentar os renovados votos de solidariedade para toda a família.

antónio colaço

severino1

_______________________________________

 A Carta da Ana Rita na qual pedimos mais pormenores:

Boa tarde,

 

Não deixando de ser doloroso, pois as lágrimas turvam-me a visibilidade do visor do ecrã, mas porque continuo, conscientemente, ainda incrédula quanto ao que nos aconteceu ......

 

O meu pai foi para Tolosa no dia 08 de Abril, para ir buscar os meus avós, pensando regressar na sexta-feira ou sábado, a fim de passarmos todos juntos a Páscoa.

Após ter corrido todas as "capelinhas", que o escasso tempo lhe permitiu, para cumprimentar os amigos e familiares, jantou e passou um pouco do serão a falar com a mãe sobre o que de facto lhe preenche a vida, a mulher, os filhos (eu e o meu irmão João, que completou 25 anos no passado dia 4), os nossos "apêndices" (o meu marido e a namorada do meu irmão), e o neto Francisco, o meu filho de 2 anos, o seu pequeno companheiro e aprendiz, na arte de fazer pão, tocar cavaquinho, bandolim, tratar da pequena horta, etc.............

severino2

Foi-se deitar, não muito tarde, ficando combinado, que a minha avó o chamaria de manhã, pelas 8horas. No dia 9, tal como nos tempos em que era menino, e cujas fotografias, que pude agora conhecer, o retrataram bem, a minha avó chamou-o, repetidamente, subiu as escadas e a brincar dizendo - pois é "à noite larilarú, de manhã nariz no cú" . Uma brincadeira que me lembro do meu pai também nos dizer quando nós não nos levantávamos da cama logo que nos chamavam, por nos termos deitado um pouco mais tarde e que já a minha bisavó lhe dizia, nos tempos em que ele e a irmã ficaram ao seu cuidado, com a ida dos meus avós para França, de forma a poderem proporcionar uma melhor educação aos filhos................................................................

e foi a mãe que o encontrou já sem vida. Tudo indica que não terá sofrido....

Da autópsia efectuada em Portalegre, resultou hipertrofia do coração. Algo que achamos estranho pois o nosso médico, uma semana antes,  tinha-o consultado por mera rotina, e ele estava muito bem, a tensão arterial controlada, enfim, pronto para nos acompanhar durante muito mais tempo, mas nem houve tempo para despedidas, talvez tenha sido melhor assim. 

O meu pai aposentou-se em Outubro de 2007, na mesma altura que a minha mãe, pertencia a um grupo de cavaquinhos e a um outro grupo musical em que tocava bandolim, mantinha-se perfeitamente activo, rodeado da família e poucos mas verdadeiramente bons amigos, e a desfrutar e, também, a dar educação ao neto.

Estes dias têm-nos parecido um sonho, um sonho mau, pois somos muito unidos, amigos, cúmplices uns dos outros, e  o meu pai ( como todos os pais o deverão ser, mas que me seja permitido um pouco de falta de modéstia e algum egoísmo ),é , de facto,a melhor, a mais modesta e mais completa pessoa que os meus, apenas 29 anos me permitiram conhecer.É a nossa pedra basilar, até mesmo para alguns amigos. Muitos  têm dito que era um óptimo conselheiro, amigo, confidente, inspirador de confiança e extremamente positivo. Julgo que acima de tudo transparente, sem querer agradar "a gregos e a troianos", e que nos deixa muitos e bons ensinamentos.

Sinto que apenas neste momento me foi cortado o cordão umbilical, face ao relacionamento que tenho com os meus pais.Por essa razão e pelo facto de termos necessidade de o sentirmos connosco, adaptámos, algumas linhas do texto "Pegadas na Areia", ao nosso pai/marido/filho/avô/irmão/cunhado/primo/amigo, no último postal escrito para ele:

"sentindo que estás sempre connosco,

quando virmos apenas um par de  pegadas no caminho

saberemos que é nesse momento em que nos pegas ao colo

protegendo-nos da dor e tristeza que estamos a sentir."

Obrigada pela notícia no blog.

 Um beijinho,

Ana


publicado por animo às 16:26
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Junho 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
14
16
17
18

19
20
21
22
23

26
28
29


posts recentes

ANIMUS DE LUGAR DE ENCONT...

ESTÁ TUDO DITO

ANIMUS O FIM há sete anos...

VEM AÍ A "ANIMUS SEMPER" ...

ANIMUS SEMPER escreve ant...

comasalpcb@gmail.com O E...

O RESPEITO NÃO SE DECRETA...

DAS ELIMINAÇÕES A CAMINHO...

ESTE BLOG TERMINA NO FINA...

NUNCA ACEITAREI REGRAS SA...

arquivos

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

links
subscrever feeds