Quinta-feira, 29 de Abril de 2010
MANUEL DOMINGUES. UM BALANÇO COM FARPAS DENTRO

Manuel Domingues (o 2º a contar da esquerda) e o editor (Foto Tó Manel)

 

 

 

DAS AUSÊNCIAS E DA VIA ASFALTADA DE UNS

 

 

Caríssimos

No rescaldo do nosso encontro e porque já me sinto recuperado e com algum tempo, atrevo-me a agitar umas águas, que só afectarão quem quiser, puder e eventualmente ler.
Modéstia à parte e julgamento também, sei que sou, como superiores e colegas me consideravam um "revolucionário". Sou-o de facto mas não no sentido que vulgarmente se costuma interpretar. Nestes meios que frequentei após saída do seminário fui considerado um conservador para não dizer, por vezes, um nome bem chocante, com o qual posso e poderei enquanto existir (sei para onde me dirijo). Não fosse assim teria sido inglória a minha forma de viver: mas não foi. Também deixei sementes e quero continuar a semear e em terrenos que muitos de vós pensarão, como eu também admitia, não surtirem efeito. Alguns tarde, outros de uma forma quase imediata, tal era a carência das pessoas. Teria sido mais fácil optar por caminhos preparados.

 

Não confere comigo uma via "asfaltada", confere mais desbravar terreno onde parece que a maioria tem medo de ingressar.

E aí é que aparecem as agradáveis surpresas: o que pensávamos colher só a 5%, passa a vitória se render10%. Rendimentos superiores não corresponder a mais progressão.
Sou incómodo para alguns mas sou o primeiro a pôr as mãos na massa e provar o fel que proponho: por isso estou gasto mas de convicções convictas.
Nada disto é especial, e desculpem -me os que pensavam que eu ia falando de forma suave e quem sabe outros de forma diplomática: assim também, regra geral não.
Onde vos quero levar?


Ao facto de faltarem no nosso encontro pessoas.


Porque não compareceram?
Todos saberão concluir. Permitam-me que transmita, ainda que com risco de engano o meu raciocínio.


1-Gostariam mas a agenda não permite: todos percebemos estes.
2-A agenda até se compunha mas a motivação não justificava (e não fossemos nós democratas para não respeitar isso!).
3-Motivos particulares que a ninguém diz respeito....
4-Pessoas singulares que não obstante sentissem saudade, ligação interior e de base mas que tinham vergonha por a sua posição social de momento não ser a mesma que um excelentíssimo ex. colega apregoou ou lhe constou que apregoou não estar a fim de se deixar levar por influências de companheirismos antigos para ceder favores, cunhas, enfim, que se servissem de sua excelência para descriminação favorável. Então este nobre ex. colega pensou: ainda vão pensar que eu quero queimar política ou profissionalmente alguém por isso é melhor não aparecer, poupo preocupações e eu próprio que vivi todos estes anos sem ele ou eles, pelo menos não passo pela fama de pedinte!
Como constatam não sou conformista, desatento, nem superficial.


Preocupam-me os valores de base. Não obstante, para minha indignação, ter   assistido em tempos na Buraca a uma intervenção do género "sou chefe das finanças em...",mas não me apareçam para...compareci em Alcaíns com o meu objectivo e consegui-o no essencial mas, lamentavelmente, não comigo directamente verifiquei comportamento idêntico: senhor que reivindicava reconhecimento de mais uma divisa (oh exc.ência,não se tendo dignado vir fardado, como quer que o cidadão, adivinhe que lhe imputaram a responsabilidade de mais divisas?...)
Pergunto séria e profundamente qual o caminho que queremos seguir. Abrimos a porta aos ex. alunos ou aos ex. agora excelentíssimos?
Convive com as excelências comentaram os "outros" que disseram de Jesus "Ele come com os ..."
A beleza destes encontros, para mim e muitos outros, estou convicto, está no encontro do indivíduo tal como ele era naquele tempo(como pessoa), nunca com o que tem materialmente ou os galões à posteriori adquiridos.

 


Quem queremos connosco? e a essência da "associação"? em que somos diferentes? queremos mais um número?
É para elites asfaltadas ou para desbravar terrenos novos?
Não ficar velho é aceitar desafios de suor.

Há condições para acolher todos ou é para fazer de conta?

 

Aqui fica o registo de mais uma pedra ao charco sendo eu o primeiro a dar o corpo às balas, empenhado em melhorar, não em destruir o que já está bem e muito reconhecido pelos dinamizadores e organizadores de tudo isto.

Reflictamos nós ex. co-habitantes.

 

Manuel Domingues



publicado por animo às 15:59
link do post | comentar | favorito

1 comentário:
De jaime a 30 de Abril de 2010 às 09:53
Amigo Colaço: Quem quiser enfie a carapuça. Por mim, estou de consciência tranquila. Tenho as minhas razões/motivações para não ter comparecido no encontro. E há uma dúvida essencial que gostaria me esclarecessem: para além da natural necessidade de nos reencontrarmos e "matar" saudades, revivendo a nossa infância e juventude, qual o objectivo central e concreto da associação que pretendem constituir? Algum movimento para-religioso ou mesmo religioso? Penso ser importante revelar o/os objectivo(s) concreto(s) de tal associação.
Bem hajam
abraço
jaime


Comentar post

pesquisar
 
Junho 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
14
16
17
18

19
20
21
22
23

26
28
29


posts recentes

ANIMUS DE LUGAR DE ENCONT...

ESTÁ TUDO DITO

ANIMUS O FIM há sete anos...

VEM AÍ A "ANIMUS SEMPER" ...

ANIMUS SEMPER escreve ant...

comasalpcb@gmail.com O E...

O RESPEITO NÃO SE DECRETA...

DAS ELIMINAÇÕES A CAMINHO...

ESTE BLOG TERMINA NO FINA...

NUNCA ACEITAREI REGRAS SA...

arquivos

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

links
subscrever feeds