Sexta-feira, 30 de Abril de 2010
A CRÓNICA DE ALVES JANA

 

A escola. De baixo para cima!

 

Quando a anterior ministra da educação começou a sua cruzada, depressa profetizei que não iria conseguir. Os meus colegas suspiravam um “não acredito, mas oxalá tenhas razão”, que confirmava as minhas previsões. Porquê?

Porque a vida cresce de baixo para cima e a ministra queria impô-la de cima para baixo, e assim criava cada vez mais resistências àquilo que já era impossível.

Veja-se, por exemplo, a eterna “conversa” sobre a educação sexual. Quantas vezes já foi decidida? Quantos milhões já foram gastos a formar professores para esse efeito? Com que resultados? Nenhuns. Agora, de novo, repete-se: tem de haver, tem de formar-se professores. Mas a minha escola, a Dr. Manuel Fernandes, há uns 15 anos que faz educação sexual, sem problemas. Podia ser melhor? Podia, se alguém se desse ao trabalho de regar as flores quase espontâneas que ali cresceram, mas não. Têm pensado que o melhor é fazer sementeira a partir da 5 de Outubro, e desiludem-se por a colheita continuar a ser nula.

Não é possível governar de cima para baixo o sistema de ensino português. Ponto final. Di-lo a biologia e a física. (E já o disse eu aqui, PL nº 569.)

Se o sistema tem funcionado e conseguido obter resultados às vezes surpreendentes, tem sido porque os professores trabalham com devoção, com dedicação, com empenho.

Diz-se que a coisa mais leve do mundo é o pénis de um homem novo, basta um simples pensamento para o levantar. Mas é falso. A coisa mais leve é um professor: basta uma boa ideia para o fazer voar. Recordo uma professora do primeiro ciclo que tinha na sua sala sete níveis diferentes e todas as noites trabalhava até às três da manhã para os seus alunos terem boas aulas. Fiz-lhe ver que ninguém tinha direito a exigir-lhe aquilo que ela não poderia alcançar. E casos de investimento até ao limite há imensos. Muitas vezes vi incendiar campos de professores só com uma simples ideia. E trabalhavam até ao impossível, apaixonados e por isso incansáveis. Sim, também na escola a vida cresce de baixo para cima, e alimenta-se sobretudo dos professores. Mas ninguém sabe.

Por isso mesmo, porque tem sido esquecida essa vida que está nos professores e cresce de baixo para cima, é que ela se encontra mais ou menos selvagem, muito pouco trabalhada, quase nada qualificada - salvo em formação científica, mas essa não é suficiente nem a decisiva. Porque a escola não faz ciência, faz educação e ensino.

Volto a profetizar. A escola só ganhará uma nova qualidade quando … Quando as instâncias superiores descobrirem que o seu trabalho é sobretudo reunir, potenciar e qualificar as forças instaladas para objectivos comuns. Mas também quando os próprios professores perceberem que a sua força não tem sido qualificada e, por isso, a sua boa vontade e formação científica e o seu trabalho solitário não são suficientes para produzirem os efeitos que a sociedade hoje deles quer cobrar.

Ninguém é culpado desta situação. Mas somos todos cúmplices. E pior, somos todos vítimas. E, pior ainda, sê-lo-ão as próximas gerações.

O que mais falta no sistema educativo não são novos equipamentos físicos que permitam aulas mais “tecnológicas”. São novos equipamentos imateriais, novas teorias de acção educativa, que também são instrumentos tecnológicos, embora imateriais, capazes de produzir os novos efeitos desejados. De baixo para cima.

 

Alves Jana



publicado por animo às 20:40
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Junho 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
14
16
17
18

19
20
21
22
23

26
28
29


posts recentes

ANIMUS DE LUGAR DE ENCONT...

ESTÁ TUDO DITO

ANIMUS O FIM há sete anos...

VEM AÍ A "ANIMUS SEMPER" ...

ANIMUS SEMPER escreve ant...

comasalpcb@gmail.com O E...

O RESPEITO NÃO SE DECRETA...

DAS ELIMINAÇÕES A CAMINHO...

ESTE BLOG TERMINA NO FINA...

NUNCA ACEITAREI REGRAS SA...

arquivos

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

links
subscrever feeds