Quarta-feira, 29 de Julho de 2009
TIMOR SEM TEMOR. EM DIRECTO DE DILI
zepedrofilhofrancisco2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A mais recente tarefa que tenho na Timor Telecom é fazer clippings de notícias diários .

(...)

Ora agora que 1. lhe apanhei um jeito, 2. estou mais do que ciente de que tenho sido desleixadíssimo, porque quero muito contar-vos coisas e saber coisas de volta, e 3. estou mais uma vez sem tempo nenhum para escrever (mas se não for desta, nunca mais!), aqui vai um breve clipping da minha vida por cá:

 - vegetariano aí para 4 anos, comi por cá duas valentíssimas doses de FIGADO DE BUFALO seguidas. Assisti a uma cerimónia tradicional (uma comunidade no cú de judas, que há uns anos não via um carro, ofereceu um pedaço de terra à TT para construir uma antena), assisti à morte do búfalo (espetaram-lhe uma lança duas ou três vezes, desfizeram-lhe as patas à catanada), do porco (espetaram-lhe um ferro) e das três galinhas (esganaram-nas: uma só mão segura-as pelo pescoço, enquanto o pulgar lhes pressiona a garganta com força).

Depois a parte bonita: corta-se pedaços de bambu, mete-se la dentro arroz, água e carne, e deixa-se numa fogueira até ficar no ponto. Brutal.

Depois nova parte má: come-se.

(Visualizem 10 anciães amorosíssimos, com ar de quem tem 500 anos, a sorrir imenso para mim, sem um único dente na boca, e a dizer, relembrando o tempo em que falavam português: “não fica nada no prato!”)

 - apanhei pela primeira vez (!) transportes públicos no fim de semana passado. Sábado fui a uma praia onde estive a cantar com uma data de miúdos (Oh helele, oh helela! ami isin Maubere klamar mos Maubere!). Domingo fui dar uma volta pelas montanhas á volta de Díli. É a MELHOR forma de viajar num país destes, apertado entre as pessoas que riem, com os animais aos berros, a contemplar a paisagem durante as horas lentas. É viajar simplesmente, e nao viajar para alguma coisa ou algum lugar. Lembrou-me as viagens incríveis e que tanto me marcaram na Guiné.

 - o disco do meu antigo pc da empresa foi à vida. E com ele os textos que tinha escrito e que ia mandar, os milhentos milhões de fotos, as poucas coisas fixes que estava a preparar para a TT, etc. etc.

- uma manhã ao acordar, ensonadíssimo, apanhei um rato a sair da casa de banho (e dessa vez não precisei do banho de água gelada que tomo todos os dias com um baldezinho para despertar). Uma noite ao chegar a casa meio bêbedo, e a ir como sempre buscar água fresca, apanhei-o a sair do frigorífico. E achei-o engraçado. Acho que é só uma questão de respeitarmos o espaço um do outro – mas o frigorifico foi mesmo uma falta de respeito…

- provoquei o primeiro mini acidente com a minha bicicleta. Díli é a cidade dos sentidos únicos, e eu sou o rei dos sentidos proibidos. Só que à noite a bicicleta não se vê. E pronto, o tipo da mota desviou-se no último momento e acabou em cima do passeio. “Deskupla maun! Deskulpa!”, e a coisa ficou bem.

Sou a única pessoa que conheço que tem uma bicicleta como meio de transporte (e não só para o passeiozinho ao pôr do sol). O que é incompreensível porque nem Amesterdão é uma cidade tão perfeita para bicicletas.

- estive um dia como voluntário a ajudar as famílias do último campo de deslocados que subsistia (depois dos conflitos de 2006) a regressar a Díli. Um trabalho nada demais, uma experiência fantástica. As pessoas felizes por regressar, a levar nos camiões da OIM montanhas de inutilidades para as casas reconstruidas, os vizinhos à espera. Uma mana adorou-me e queria que casasse com alguma das filhas dela (tinham uns 10 anos).

- quero andar por aí a fotografar e escrever reportagens! Um antigo monge budista que se salva a nado dum barco onde era explorado e vem dar a Timor; ex-guerrilheiros que sorriem à beira-mar e dizem que a cana de pesca é agora a sua arma; mulheres sequestradas e exploradas em bordeis de Díli para a delícia nojenta dos internacionais; internacionais que perderam a conta aos anos a que chegaram e que dão tudo para um pequeno projecto de comércio local numa montanha isolada; uma comunidade de rastas que dinamiza uma escola de arte gratuita em Díli; jovens permacultores, escuteiros, camponeses, velhotes, crianças… Vou conhecendo de tudo e tudo dá uma história apaixonante. Para já faço-o, mas a part-time... Se alguma coisa for publicada apito!

E chegado ao fim, penso: mereciam melhor que estas coisas assim despejadas! Pois, da próxima tento mandar historietas como deve ser. E se este e-mail não vos deu muito gozo, entendam-no simplesmente como um pedido para saber coisas vossas - os pormenores quotidianos de que aqui se sente tanta falta!

Saudades vossas! :)

Francisco Colaço Pedro

________________________________

UMA EXPLICAÇÃO.Quando recebi o mail do meu querido amigo Zé Cardoso Pedro, e que a seguir publico, de imediato a vontade de publicar o texto do Francisco, seu filho, recentemente desembarcado em Timor, mesmo que "coisas, assim, despejadas" como diz.

 De facto, a animus.60 é também para isto, para falar do que nos falta fazer, nomeadamente, o que os nossos, mulheres e filhos, como prolongamento de nós - e nós seu prolongamento, claro - estão a fazer. Para que não nos fiquemos nas nostálgicas contemplações do passado e, sim, continuemos atentos ao que também queremos que se passe, aqui e agora! Já aqui falamos das actividades de alguns dos nossos filhos, ou em acções humanitárias, ou como excelentes fotógrafos, cientistas, arquitectos, arquitectas, galeristas...etc. É uma linha de rumo para continuar. Como quem diz,  os amigos, perdão, os filhos dos meus amigos como que meus  filhos são, também. É claro que Jesus Cristo muito antes de todos nós já dizia "Mulher, eis aí o teu filho" ou, " Quem são minha mãe e meus irmãos?!".

Venham de lá essas notícias de todos os nossos rebentos!

 Fala, Zé Pedro:

zepedromulherefilhos2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Francisco, Dina e Zé Pedro, por entre as tulipas da Holanda.

Olá!
 
Vários amigos nos vêm perguntando pelo Francisco. Decidimos reencaminhar o presente mail, apesar da data e das suas características muito próprias (ou mais impróprias, para alguns mais sensíveis). Afinal trata-se de notícias apressadas para o seu grupo de amigos, que ele nos autorizou a divulgar, à falta de notícias mais elaboradas e actualizadas, em parte pelas razões que ele também aqui explica.
 
Quanto a coisas publicadas, os próximos números da Plenitude (grátis com o Público no 1ª domingo de cada mês) poderão ter novidades. Aí ele assina: Francisco Colaço Pedro.
 
De resto, de acordo com os contactos praticamente diários que vamos mantendo, ele continua em grande forma.
 
Abraços
 
Dina e Zé Pedro, e Joana e André

zepedrofilhos2a

André, Joana, que também tem militância solidária por Moçambique e o Francisco.

NR.Como diria alguém, ditosos pais que tão solidários filhos têm! Parabéns, Zé!ac


publicado por animo às 15:55
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Junho 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
14
16
17
18

19
20
21
22
23

26
28
29


posts recentes

ANIMUS DE LUGAR DE ENCONT...

ESTÁ TUDO DITO

ANIMUS O FIM há sete anos...

VEM AÍ A "ANIMUS SEMPER" ...

ANIMUS SEMPER escreve ant...

comasalpcb@gmail.com O E...

O RESPEITO NÃO SE DECRETA...

DAS ELIMINAÇÕES A CAMINHO...

ESTE BLOG TERMINA NO FINA...

NUNCA ACEITAREI REGRAS SA...

arquivos

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

links
subscrever feeds