Terça-feira, 21 de Maio de 2013
ORGANIZAÇÃO OU IMPROVISAÇÃO Joaquim Silvério abre debate

Joaquim Silvério, Tó Manel e João Chambel

 

Joaquim Silvério e Mário Pissarra.

 

 

ORGANIZAÇÃO OU IMPROVISAÇÃO

EIS A QUESTÃO

 

É isso mesmo meu companheiro Colaço, este talvez tenha sido um dos encontros mais serenos, mais maduros, mais reconfortantes, mais bem organizados de todos os que já fizemos.

Ouve espaço para tudo o que quisemos, sem atropelos, sem angústias, sem vedetismos, sem falhas.

Permito-me mesmo acrescentar que muitos dos que não foram gostariam de ter ido.

Quais as razões para o êxito?

Desde logo, a organização.

A organização impecável do Carlos Mingacho, do Mário, do Chambel e de alguns outros comissionistas.

Poucos, mas bons.

O que prova que quando queremos sabemos fazer, sabemos criar um bom ambiente, sabemos organizar.

E prova também que não são necessários muitos meios nem grandes estruturas.

Porém, não nos enganemos. Mais dia menos dia vamos ser confrontados com os objetivos, com o que queremos fazer?

 

Este tipo de encontros, por mais agradáveis que sejam, não são suficientes.

Tenderão a ser cada vez menos participados e menos estimulantes se se resumirem à romagem da saudade e à gastronomia.

Na minha modesta opinião, penso que é uma pena que não se aproveitem as potencialidades que temos, que nem sequer foram ainda minimamente exploradas, para ir mais além.

A seara é grande, há necessidades e carências de muitos antigos alunos que poderiam ser apoiadas, há vertentes culturais e lúdicas que poderiam ser exploradas, há economias de escala que poderiam ser desenvolvidas.

E isso, meu caro companheiro, não se faz sem o mínimo de organização, sem pessoas concretas, mandatadas pela assembleia, a assumir responsabilidades.

Bem sei que nós portugas somos mestre do improviso, não nego que no passado e no presente se têm feito os encontros sem estruturas rígidas e sem burocracias.

E nem sequer me refiro a organização no sentido formal, a uma estrutura pesada com todos os órgãos que constam nos livros da matéria.

NR.Joaquim Mendeirosapresentando a sua proposta. Joaquim, avança daí com ela.

 

A proposta do Mendeiros, eventualmente burilada, como solução a meio caminho entre o mero improviso e o organizacionismo puro e duro pareceu-me bastante equilibrada e pertinente.

Neste momento creio que esta via perdeu gás, é certo.

Mas talvez venha o dia, se ainda formos a tempo, em que nos vamos convencer que sabe a pouco o que a corrente dominante está disposta a fazer.

Perdoem-me a estultícia e imodéstia mas continuo a lamentar que não consigamos ter um sopro que nos levasse a puxar por tantas potencialidades que poderiam ser colocadas ao serviço de todos nós, ao serviço da vida e da amizade.

O sabor da alegria do convívio e da doçura da amizade que vivi/vivemos durante algumas horas neste dia 18 de Maio souberam-me a pouco para ficar só por aqui.

O improviso e o voluntarismo para onde tendem as coisas, oxalá esteja enganado, pode cair em meras romagens de saudade cada vez mais vazias, ocas, e menos participadas.

Um abraço a todos

Silvério

 

NR- O teu texto, Joaquim, traz apensas estas citações do meu texto,que aqui se publicam, certo?

A nossa resposta sobre o que a suposta "corrente dominante está disposta a fazer" virá depois para não perturbar a livre e fraterna discussão.
Obrigado, Joaquim.

ac

 

"E tantos outros testemunhos poderíamos ter partilhado se não nos deixassemos levar por essa praga do organizacionismo, a que, apesar de tudo, conseguimos dar luta decidindo o que tinhamos a decidir.

 

Percebemos, finalmente, creio, que estes encontros não podem servir para perder tanto tempo a decidir onde e como será o próximo encontro e creio que, apesar de tudo, conseguimos, desta vez, dar um enorme passo qualitativo na nossa conversa."



publicado por animo às 01:42
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Junho 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
14
16
17
18

19
20
21
22
23

26
28
29


posts recentes

ANIMUS DE LUGAR DE ENCONT...

ESTÁ TUDO DITO

ANIMUS O FIM há sete anos...

VEM AÍ A "ANIMUS SEMPER" ...

ANIMUS SEMPER escreve ant...

comasalpcb@gmail.com O E...

O RESPEITO NÃO SE DECRETA...

DAS ELIMINAÇÕES A CAMINHO...

ESTE BLOG TERMINA NO FINA...

NUNCA ACEITAREI REGRAS SA...

arquivos

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

links
subscrever feeds